19 de dez de 2014

I MOSTRA DE EDUCAÇÃO, LINGUAGENS E TECNOLOGIAS

Olá!!!

Chegamos ao final de mais um semestre letivo e a sensação do dever cumprido nos faz sentir o prazer de ter caminhado com pessoas tão maravilhosas como são os estudantes que concluíram o 2º período do Curso de Pedagogia das FIP.

Antônio, Aureni, Ana Caroline, Alcir, Allana, Conceição, Edineide, Jaildo, Janaína, Jayne, Matheus, Marcone, Pâmara e Rodrigo, obrigada pela companhia nas duas últimas aulas da quinta-feira e pela amizade estabelecida entre nós.

Que vocês vivam o melhor Natal de suas vidas e que em 2015 tenham saúde e vivam em paz.

Forte abraço! 

Lembremos da nossa 

I MOSTRA DE EDUCAÇÃO, LINGUAGENS E TECNOLOGIAS...

















 








Deixo com vocês, ao final desse semestre, a certeza de que serão capazes de enfrentar qualquer desafio que a universidade possa oferecer. Portanto, não esperem ser convidados, participem dos eventos, apresentem trabalhos, mostras, comunicações, seminários, minicursos, oficinas, o que for. Quero vê-los brilhando. Sinto-me orgulhosa pela responsabilidade e competência com que apresentaram a nossa I MOSTRA DE EDUCAÇÃO, LINGUAGENS E TECNOLOGIAS.

Obrigada e parabéns, meus queridos!

13 de nov de 2014

O que é maior?


Olá!

Recebi alguns e-mail de estudantes perguntando o que é maior: KB (kilobyte), 

 MB (megabyte), GB (gigabyte) ou TB (terabyte)? 



Um kilobyte (KB) é mais ou menos 1.000 bytes.
Um megabyte (MB) é mais ou menos 1.000.000 de bytes.
Um gigabyte (GB) é mais ou menos 1.000.000.000 de bytes.
Um terabyte (TB) é mais ou menos 1.000.000.000.000 de bytes

K = 1.000
M = 1.000.000
G = 1.000.000.000
T = 1.000.000.000.000

Se agrupam os bytes dessa forma para lidar com eles com mais facilidade. Assim como fica mais fácil falar dez quilos e meio de açúcar do que falar dez mil e quinhentos gramas de açúcar.




Para saber sobre bits e bytes, consulte http://www.infowester.com/bit.php

Forte abraço!!!

30 de ago de 2014

QR CODE

Olá!

O QUE SÃO QR CODES?!


São códigos de barras em 2D que pode ser escaneado pela maioria dos aparelhos celulares que têm câmera fotográfica. Esse código, após a decodificação, passa a ser um trecho de texto, um link e/ou um link que irá redirecionar o acesso ao conteúdo publicado em algum site.
Esse tipo de codificação permite que possam ser armazenada uma quantidade significativa de caracteres.
Inicialmente criado pela empresa japonesa Denso-Wave em 1994 para identificar peças na indústria automobilística, desde 2003 é usado para adicionar dados a telefones celulares através da câmera fotográfica. Os “QR Codes” estão sendo usados em muitas revistas, campanhas publicitárias e até em games, como o Homefront para divulgação de mensagens e dicas do jogo.



Para saber mais, visite: 

http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2011/05/entenda-o-que-sao-os-qr-codes-codigos-lidos-pelos-celulares.html


Atenção acadêmicos do 2º período do Curso de Pedagogia das FIP!
 Baixem para os seus celulares QR CODE READ e descubra o que há codificado na imagem acima.

Abraços e até a próxima quinta-feira.

13 de ago de 2014

Brincar na Matemática: contribuições de Piaget, Vygotsky e Wallon

Olá, meus amores!


Estava desenvolvendo uma pesquisa hoje pela manhã e deparei-me com uma produção de Flávia Roldan Viana e Francisco Edisom Eugenio de Sousa sobre "VAMOS BRINCAR? AS CONTRIBUIÇÕES TEÓRICAS DE PIAGET, VYGOTSKY E WALLON PARA O USO DE JOGOS NO ENSINO DE MATEMÁTICA" publicado nos Anais do XI Encontro Nacional de Educação Matemática – ISSN 2178-034X que aconteceu em Curitiba – Paraná no período de 18 a 21 de julho de 2013.

Resumo 

Discussões acerca da importância do brincar para o desenvolvimento infantil tem ocupado espaço considerável no âmbito dos debates acadêmicos e neles estão presentes as discussões teóricas trazidas por Piaget, Vigotsky e Wallon. O objetivo do trabalho é trazer uma discussão acerca das contribuições teóricas desses autores para o uso dos jogos no ensino da Matemática. Ao considerar esse recurso como desencadeador de aprendizagem, pelo qual a criança poderá construir o seu próprio conhecimento, buscou-se um diálogo entre os teóricos estudados e a prática de sala de aula. Trata-se de uma pesquisa teórica de cunho bibliográfico. Pudemos concluir com a pesquisa que a inserção dos jogos nos espaços escolares vem acontecendo de modo progressivo e isso exige de nós professores um estudo contínuo sobre as teorias que fundamentam a importância das brincadeiras e jogos na vida da criança e destes como uso pedagógico, o que não acontece de forma simples. 

Palavras Chave: Teorias da Aprendizagem; Jogos; Ensino de Matemática. 

Recomendo aos estudantes de Práticas da Matemática na Educação Infantil e a quem interessar a leitura. 

                                                               Felicidades e abreijos.

7 de ago de 2014

Volta às Aulas...

Olá!!!

Estamos voltando às aulas de Educação, Linguagens e Tecnologias neste dia 07 de agosto e é com imensa satisfação que estarei nas Faculdades Integradas de Patos para damos início ao nosso processo de aprendizagem na certeza de que...


Assim, nosso semestre  será composto de leituras, discussões, debates, críticas, autocríticas, produções...

Sejamos felizes e aproveitemos com responsabilidade a oportunidade de frequentar um curso acadêmico, enquanto muitos estão excluídos.

Abreijos.

26 de jun de 2014

Recesso



Olá, meus amores!

Estaremos entrando em recesso a partir desse momento e voltando em agosto, se Deus quiser com a conquista do HEXA tão esperado e desejado por todos os brasileiros.

Desejo  que aproveitem para descansar, ler, se divertir, trocar ideias, sonhar, planejar... lembrem-se da importância da pausa...

“Na pausa não há música, mas a pausa ajuda a fazer a música”.
Na melodia da nossa vida a música é interrompida aqui e ali por "pausas’...
E nós, sem refletirmos, pensamos que a melodia terminou.
Deus nos envia, às vezes, um tempo de parada forçada.
Pode ser uma provação, planos fracassados, ou esforços frustrados.
Mas na verdade é preciso fazer uma pausa...
E faz uma pausa repentina no coral de nossa vida.
Mas como é que o maestro lê a pausa?
Ele continua a marcar o compasso com a mesma precisão e toma a nota seguinte com firmeza, como se não tivesse havido interrupção alguma.
Deus segue um plano ao escrever a música de nossa vida.
A nossa parte deve ser aprender a melodia e não desmaiar nas "pausas".
Elas não estão ali para serem passadas por alto ou serem omitidas, nem para atrapalhar a melodia ou alterar o tom. E sim para aprimorar
Se olharmos para cima, Deus mesmo marcará o compasso para nós.
Não nos esqueçamos, contudo, de que “ela ajuda a fazer a música”.
Com os olhos Nele, vamos ferir a próxima nota com toda a clareza sem murmurarmos tristemente:
“Na pausa não há música”.
Compor a música da nossa vida
é geralmente um processo lento
e trabalhoso.
Com paciência, Deus trabalha para nos ensinar!
E quanto tempo Ele espera até que aprendamos a lição!
Lembre-se, a pausa não dura muito, é apenas um tempo suficiente para que você se renove e continue...
Ela apenas serve para continuar a música!!!
Olhe melhor a sua volta...
Viva a Vida!
Pare! E aceite a pausa, você merece ser mais amado e amar, sonhar, sorrir, cantar e ser feliz, muito mais feliz!!!

Abreijos e que Deus abençoe a todos nós!

22 de mai de 2014

2º Período de Pedagogia das FIP - 2014.1

Olá, meus amores!

Deixo aqui o registro de uma turma alegre, competente, entusiasmada e que tem um relacionamento ímpar entre eles e nós professores.

Encerramos nesta noite nossa última atividade no semestre com cada um apresentando a sua produção de vídeo utilizando o Windows Live Movie Maker. 

Sinto a alegria do dever cumprido!

Obrigada, meus queridos! 

Aguardarei os vídeos para postagem



































Abreijos