31 de out de 2012

Como escrever na rede


  1. Evitar rima: o texto de internet conversa com o leitor, semelhante aos textos de TV e rádio. Assim, não fica bem usar rima.
  2. Frases curtas e pontuação: usar períodos curtos para favorecer o leitor de tela.
  3. Adequação da linguagem ao veículo: faixa etária, classe social…
  4. Linguagem coloquial: veículo de massa, formalidades cansam e confundem o leitor (sem abrir mão de regras gramaticais, a boa escrita faz diferença em um site)
  5. Atualização: dar a notícia quanto antes.
  6. Frases na ordem direta: a ordem direta favorece a boa leitura.
  7. Precisão: Vários, inúmero, muitos… são palavras que não transmitem dados relevantes. Isto mostra falhas na pesquisa da informação. Também é importante a indicação da fonte da informação.
  8. Contextualização: parta do princípio de que o leitor não está a par da notícia que está sendo dada. Aprofundar um dado e explicar os fatos que levaram à última notícia é essencial. (usar links)
  9. Objetividade: distanciamento e imparcialidade
  10. Concisão: poupar o leitor. Evitar lugar-comum e cacoetes de linguagem que vulgarizam o texto.
  11. Gírias: regionalismos e gírias limitam e comprometem a exposição de um site.
  12. Estrangeirismos: ninguém é obrigado a compreender outro idioma.
  13. Números: escrevem-se por extenso os números de zero a dez. De 11 a 999, usa-se números cardinais. Do mil em diante, mesma coisa: dois mil, 11 mil…
  14. Siglas: primeiro referir por extenso, com a sigla entre parênteses, depois seguir usando só a sigla
FONTE: Como escrever na Rede, de Leonardo Moura


WIKIS - ferramentas para autoria e publicação online que abrem ao receptor a possibilidade de colaborar na construção do conteúdo e criar em co-autoria. 

Muito mais do que diários de adolescentes, como são conhecidos por muitos, os blogs são canais de expressão e comunicação que promovem o contato entre pessoas de interesses comuns. 

O poder de editar e ser a própria imprensa aliado ao convite de interferir em conteúdos publicados por outras pessoas, expondo sua opinião, são alguns dos atrativos que seduzem os chamados blogueiros.

Em termos de educação, a utilização de blogs com objetivos didáticos oferece inúmeras vantagens já que podem agregar pessoas em torno de assuntos diversos possibilitando discussão e criação coletiva, o que promove a tão falada construção do conhecimento.

http://ambientesdigitais.wordpress.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEIXE AQUI A SUA MARCA... COMENTE!!!